In Art We Trust: conheça o Moco Museum em Amsterdã

Hello! How are you? Hoje eu trago para vocês uma dica direto de Amsterdã, cidade que respira arte e me traz sempre boas recordações. Como vocês sabem, em minha última visita estive no museu de Van Gogh, um dos pontos mais visitados da cidade, e mostrei a vocês aqui no blog. Também na Praça dos Museus, a apenas alguns passos dele está localizado outro museu que vale a pena visitar: O Moco Museum (Modern Contemporary Museum Amsterdam) foi inaugurado em 2016, carregando a marca de ter sido o primeiro museu do mundo a abrigar uma exposição de Banksy, artista esse que deu grande visibilidade ao local.

banksy-moco
Obras de Banksy na exposição do artista no Moco Museum 

“Laugh Now”, de Banksy, principal mostra do museu, leva o público a conhecer mais a fundo o trabalho desse artista das ruas que vem chamando a atenção do mundo inteiro com suas obras com temáticas e políticas, e que nunca teve sua identidade publicamente revelada. A exposição não-autorizada – composta por obras de colecionadores – traz algumas de suas obras mais conhecidas com um guia de áudio para os visitantes entenderem mais sobre cada uma. Lá podemos ver a famosa “Girl with Balloon”, trabalho em estêncil que marca o estilo do artista. O museu inclusive posiciona no portão de entrada, balões vermelhos em formato de coração, em referência a esse icônico trabalho de Banksy. Os trabalhos do artista ficam no térreo e no primeiro andar do museu e a exposição vai até janeiro de 2020.

obra-banksy
Um dos artistas mais comentados da atualidade, Banksy é homenageado no museu

Outro espaço do local é reservado à exposição permanente “Moco Masters”, que como o nome diz, reúne obras de artistas que deixaram sua marca e contribuição para a arte, cultura e sociedade. Lá estão trabalhos de Andy Warhol, Jean Michel Basquiat e Keith Haring, três artistas que revolucionaram a arte em sua época, tanto individualmente quanto nas colaborações que fizeram durante os anos que marcaram suas carreiras. Também integram essa mostra trabalhos de Roy Lichenstein e o graffiti dos brasileiros Os Gemeos. Tem ainda trabalhos em instalação do artista Daniel Arsham, como “Amethyst ball”.

moco-masters
Moco Masters: foto de Keith Haring, Andy Warhol e Basquiat ao lado de uma das obras de Warhol

O Moco Museum é um local extremamente aconchegante e as obras ficam em pequenas salas, dando a impressão de que estamos visitando uma casa, descobrindo arte a cada degrau das escadas que subimos. Nas paredes, não apenas encontramos obras, mas também frases de artistas que completam o sentido das exposições. Até mesmo quem passa pela frente do local quer entrar, pois a fachada é bastante atrativa com um trabalho de divulgação das exposições muito bem pensado.

jean-michel-basquiat
Obra de Jean Michel Basquiat na exposição permanente “Moco Masters”

Moco tem uma proposta bem moderna de lidar com a arte e com o público, desde os atrativos na entrada, a forma descontraída com que a equipe fala com os visitantes até a identidade visual do museu, na cor rosa, e a presença online.  Somos convidados a acompanhar o museu via Instagram, Twitter, Facebook e até o seu próprio aplicativo, além de integrar a comunidade através da hashtag #mocomuseum.  Na loja do museu, além de livros e artigos relacionados aos artistas, você encontra acessórios com o slogan do museu: “In Art We Trust”.  Moco mostra que a arte se renova e está cada dia mais atual, viva e conversa com todas as gerações. É indispensável visita-lo se você for um amante de arte em Amsterdã. Ingressos podem ser comprados no local ou com antecedência, no site do museu. Espero que tenham gostado dessa dica. Até a semana que vem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *